Blog

LAVMAQ

  • Instagram
  • Facebook
  • Eliseu Ramos - LAVMAQ

O SEU CARTÃO DE CRÉDITO

Um bom ou um péssimo negócio?


Ninguém tem dúvida que deixar de pagar a totalidade da fatura do cartão pode ser um mal negócio, mas isto não é uma verdade. A verdade é que deixar de pagar a totalidade da fatura em seu vencimento é um PÉSSIMO NEGÓCIO; talvez o pior negócio que já tenha feito na vida.

Veja, se você fizer uma excelente aplicação bancária que lhe proporcione 100% da rentabilidade do CDI, você terá uma rentabilidade, hoje, de aproximadamente 0,20% a.m. Se considerar que vai pagar imposto sobre este ganho a taxa liquida será de aproximadamente 0,15% a.m.

Por outro lado, sobre o valor não pago da fatura do cartão, será cobrada uma taxa, hoje, entre 3,95% a.m. a 9,90 % a.m. Isto vai depender do seu relacionamento com o Banco.

Considerando o melhor cenário, que você seja em excelente cliente, o custo pelo não pagamento do total da fatura será aproximadamente 26 maior do que a aplicação que seu banco lhe pagará.

Isto sem considerar que você já paga uma taxa de anuidade por ter este cartão. Algo como R$40,00 ao mês..... no melhor senário também.

Em alguns casos ela pode se aproximar de R$ 100,00 mês. Considerando esta taxa mais baixa, ela é o equivalente a você manter uma aplicação de R$ 26.500,00 o mês todo só para pagar anuidade de seu cartão.

Por este motivo os bancos adoram o inadimplente pontual, aquele que não paga sua fatura no vencimento, porém honra seus compromissos.

Ahhh, uma curiosidade que todos deveriam saber sobre este “jogo”.

Imagine que você esqueceu de pagar sua fatura no vencimento e só se lembrou no dia seguinte. Sabendo que você vai incorrer em juros pelo não pagamento por este um dia, resolve fazer um pagamento de valor um pouco superior à sua fatura.

Para sua surpresa vera ao final do mês que este valor pago a maior ficara como crédito da próxima fatura. Exatamente no valor que pagou a maior. Sem nenhum juro.

Por outro lado, o juro devido por um dia de atraso continuara a ser capitalizado até ao próximo vencimento.

Resumindo, o seu débito vai crescer e seu crédito ficara estanque.

Mas se não podemos ter uma empresa administradora de cartões, podemos ao menos usá-lo de forma a gerar ganhos. Podemos fazer com que o uso do cartão se torne um bom negócio e, a regra é bem simples.

Use seu cartão como meio de pagamento e não como linha de crédito.

Faça todos os pagamentos através dele e guarde o dinheiro para pagar a fatura. Use sempre o cartão de crédito. Não use débito e sempre GUARDE O DINHEIRO. Por quê?

Porque o dinheiro que você guardar vai render juros. Pouco mais vai render.

Porque suas compras no cartão de crédito irão render milhagens ou pontos para compras de utensílios. Utensílios mais caros que nas lojas, mas....eu prefiro as milhas.

Porque a utilização do cartão vai gerar “reciprocidade” e você poderá, e deverá, pedir isenção da taxa administrativa. Existem bancos que isentam a taxa a partir de uma utilização mínima de R$ 10,00 mês.

Outra, você pode dobrar sua pontuação naqueles planos de fidelidade de postos de combustíveis. Basta fazer seu cadastro para débito no cartão. Você receberá pontos no cartão e pontos no posto de combustíveis.

Mas não esqueça. A regra fundamental é a de GUARDAR O DINHEIRO e pagar a fartura NO VENCIMENTO.

José Luiz Christofanelli

Economista - Pós Graduação - Engenharia Econômica

Advogado.

#lavmaq #agualimpa #lavanderiasavenda #lavanderiastextil

#bomatendimento #empresadesucesso #lavanderiadigital

#laundrycoffe #reusodeagua #lavanderiaecafe #roupaslimpas

#lavanderiashospitalares #lavanderiasindustriais #lavanderiasdomesticas

4 visualizações