Blog

LAVMAQ

  • Instagram
  • Facebook
  • Eliseu Ramos - LAVMAQ

PANDEMIA E AS MUDANÇAS OPERACIONAIS


A PANDEMIA, MUDANÇAS DE PERSPECTIVAS E OPERACIONALIDADE

Todos, começamos o ano na esperança de crescimento, e o ramo de lavanderia, sempre com a expectativa de melhorar a qualidade de vida, seguia nesse sentimento.

Chegou à pandemia, e as mudanças foram inevitáveis. Muitos viram seu faturamento cair 70% ou mais. Cortaram despesas, negociaram alugueis, deixaram de pagar contas e impostos, prorrogaram empréstimos e dispensaram ou reduziram funcionários, muitos, bem treinados.

A ociosidade no trabalho, e poucos investimentos, novas ideias surgiram: no incremento do delivery, de buscar as roupas, em novos pacotes, anúncios em redes sociais, distribuição de panfletos nos prédios, comercio da região e nas residências.

Criar estratégias com avaliação das possibilidades, diante da maneira de viver, direcionarão os rumos de atendimento e operacionalidade das lavanderias, como novos processos de desinfecção do ambiente e do processo de lavagem.

Transformar a roupa suja e contaminada, em limpas livres da quantidade de microrganismos patogênicos (bactérias, fungos e vírus) que podem causar doenças, com a higienização e desinfecção - após limpeza do ambiente, o uso de desinfetante indicado, assegurando a eliminação de substâncias irritantes, incluindo todas as químicas nos processos de lavagem. Pois, agitação da roupa suja e molhada pode contaminar o ar através da suspensão de partículas. O contato direto com estas roupas pode contaminar também equipamentos, as mãos e os uniformes dos funcionários.

Expor ao cliente em formas de panfleto, ou pequenos vídeos para serem enviados pelas redes sociais, valorizam a empresa.

LAVAGEM

Não há um padrão para o grau de contaminação aceitável da roupa limpa. As formulações dos sabões, detergentes e desinfetantes devem ser especificadas de modo que o ciclo seja capaz de remover a sujidade e impedir a roupa de atuar como fonte de transmissão de doenças.

O hipoclorito é o produto de eleição para a etapa de desinfecção da roupa. Este desinfetante possui um amplo espectro de ação e seu custo é baixo, é importante ressaltar que o hipoclorito perde sua capacidade bactericida quando adicionado ao sabão ou detergente, sendo esta associação usada apenas para o alvejamento da roupa. O hipoclorito também é inativado por matéria orgânica, devendo ser usado com a função de desinfetante somente após a roupa ter sido lavada com sabão ou detergente e enxaguada.

A utilização da água quente para lavagem das roupas facilita a remoção da sujeira e a diminuição da carga bacteriana dos tecidos. O processo de secagem da roupa contribuiu com a higienização comparáveis àquelas processadas em temperaturas elevadas.

Ao final do turno de funcionamento, a maquinaria da lavanderia deve receber limpeza e desinfecção de acordo com as recomendações do fabricante. Também é importante a existência de rotinas de limpeza e desinfecção do ambiente em cada zona de trabalho.

ARMAZENAMENTO.

Na lavanderia, as roupas limpas devem ser armazenadas de forma a prevenir a sua contaminação. Para que seja mantida a condição higiênica das roupas, elas podem ser envolvidas por sacos plásticos ou de pano.

Nos locais de alta rotatividade das peças, o simples empilhamento em armários pode ser suficiente. Os armários destinados à guarda da roupa devem ser fechados, possuir superfícies laváveis e serem rotineiramente limpos e desinfetados. Desde que corretamente acondicionadas, não há um tempo máximo pré-determinado para a estocagem das roupas.

Fonte site Provida - Provendo Soluções... Preservando Vidas

#lavmaq #lavanderiasavenda #lavanderiastextil

#bomatendimento #empresadesucesso #lavanderiadigital

#laundrycoffe #lavanderiaecafe #roupaslimpas

#lavanderiashospitalares #lavanderiasindustriais #lavanderiasdomesticas

#reusodeagua #agualimpa

0 visualização